Nos rios de Mato Grosso: Impactos sobre os peixes

Pescadores e povos indígenas que vivem às margens do rio Teles Pires, em Mato Grosso, contam que com a construção das hidrelétricas houve grande mortandade de peixes, base de alimentação e sustento das famílias, e que algumas espécies desapareceram por completo. A qualidade da água após a construção da barragem também é questionada pelas comunidades. Neste programa, iremos discutir esses impactos, que afetam diretamente o meio ambiente e a vida dessas populações.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 9– Impactos sobre os peixes

Anúncios

Nos rios de Mato Grosso: Impactos das hidrelétricas sobre os territórios

A partir de depoimentos de atingidos e ameaçados por projetos hidrelétricos em Mato Grosso, vamos debater os impactos das hidrelétricas no modo de vida de povos indígenas, assentados e agricultores familiares. Entenda como projetos hidrelétricos na sub-bacia do Juruena sem o devido planejamento e discussão com a sociedade ameaçam a vida da população e a biodiversidade da região.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 8 – Impactos das hidrelétricas sobre os territórios

Nos rios de Mato Grosso: Conhecendo os Planos Básicos Ambientais

Você sabe o que são os Planos Básicos Ambientais? Neste programa discutiremos essa ferramenta, também conhecida como PBA, e a importância de a sociedade acompanhar e monitorar o cumprimento dos PBAs, bem como de participar da elaboração desses planos  como forma de garantir seus direitos.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 7 – Conhecendo os Planos Básicos Ambientais

Nos rios de Mato Grosso: Fórum Teles Pires

Neste programa, vamos conhecer mais sobre o Fórum Teles Pires. Surgido em 2010, o grupo reúne 21 organizações da sociedade civil para discutir os impactos das hidrelétricas no rio Teles Pires, em Mato Grosso, monitorar o cumprimento das ações dos Planos Básicos Ambientais (PBAs) e dar apoio técnico aos atingidos pelas barragens.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 6 – Fórum Teles Pires

Nos rios de Mato Grosso: Impactos das hidrelétricas nos municípios

A chegada de um projeto hidrelétrico em uma cidade, vem sempre acompanhada de promessas de investimentos e desenvolvimento. No nosso quinto programa, vamos discutir os reais impactos sociais e ambientais desses projetos nos municípios. Um dos exemplos é o município de Aripuanã (MT) que recebeu a hidrelétrica de Dardanelos e, até hoje, sofre com os impactos da obra.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 5 – Impactos das hidrelétricas nos municípios

Nos rios de Mato Grosso: Comitês de bacia hidrográfica e participação popular

Em nosso segundo programa trataremos da importância dos comitês de bacia hidrográfica para o controle social dos projetos que visam utilizar as águas de um rio. A participação popular é fundamental para a garantia dos usos múltiplos da água, um bem de todos, bem como para a manutenção da democracia.

Os programas foram produzidos pela jornalista Juliana Arini e serão disponibilizados gratuitamente aqui em nosso blog. Nossa intenção é que os programas ajudem as pessoas da região a refletirem e discutirem sobre estes importantes temas.

Os programas podem ser replicados livremente. Se você e/ou sua comunidade tiver interesse em receber todos os programas, entre em contato conosco no redejuruenavivo@gmail.com.

Para fazer download do Programa “Nos Rios de Mato Grosso” 2 – Comitês de Bacia

Concurso de Reportagem: Inscrições Prorrogadas

Informamos que as inscrições para o I Concurso de Reportagem da Rede Juruena Vivo foram prorrogadas até o dia 19 de setembro. Serão aceitas matérias publicadas até o dia 18 de setembro.

O concurso vai premiar as três melhores reportagens que abordem o tema da instalação de empreendimentos hidrelétricos e os direitos das populações direta ou indiretamente afetadas.

O objetivo do concurso é incentivar uma abordagem mais crítica sobre as consequências socioambientais da instalação de hidrelétricas, além de ampliar os olhares sobre a importância da integridade dos rios na garantia de um desenvolvimento verdadeiramente sustentável.

Acesse o regulamento na página Concurso de Reportagem.

Prorrogado